Chamado de SUV, Chery Tiggo 2 tem porte de hatch aventureiro. Oferta de transmissão automática tem missão de melhorar suas vendas, mas câmbio peca por ter apenas 4 marchas
Chery Tiggo 2
Foto | Chery/Divulgação

O Chery Tiggo 2 é o primeiro produto da era Caoa Chery. Fabricado em Jacareí (SP), o modelo está mais para um hatch aventureiro do que um SUV, afinal ele é derivado do hatch Celer. Com boa lista de itens de série, marca aposta em câmbio automático impulsionar vendas do modelo. Com a nova transmissão os preços ficam entre R$ 66.990 e R$ 69.990.

Chery Tiggo 2
Foto | Chery/Divulgação

Custo impediu melhorias

A marca diz que o custo definiu a opção pelo câmbio automático de apenas quatro velocidades. Transmissão CVT ou uma caixa de seis velocidade iriam encarecer o Chery Tiggo 2. Desse modo, os executivos dizem que o modelo não teria preço competitivo. A direção elétrica também foi descartada pelo seu custo de adaptação ao motor 1.5 que foi desenvolvido para atuar com a assistência hidráulica.

Acabamento

Com plásticos rígidos, o acabamento do Chery Tiggo 2 está na média dos concorrentes. As peças tem bons encaixes e não apresentam rebarbas. Os bancos dianteiros são confortáveis e acomodam bem o corpo dos ocupantes. Porém, em função do teto solar, falta espaço para as cabeças. Já o assento do banco traseiro é mais baixo e assim melhor o espaço para as cabeças dos ocupantes traseiros.

Chery Tiggo 2
Foto | Chery/Divulgação

Com 2,55 metros de entre-eixos, o espaço para as pernas dos ocupantes traseiros é apenas razoável. As demais medidas são 4,20 metros de comprimento, 1,76 m de largura e 1,57 m de altura. O porta-malas é generoso e oferece 420 litros de capacidade.

Ergonomia

O volante tem somente regulagem de altura. Mas, não é difícil encontrar a melhor posição para dirigir. Os comandos de vidros também estão ao alcance das mãos. Já os controles de ajustes dos retrovisores elétricos estão mal posicionados, o que dificulta seu uso.

Chery Tiggo 2
Foto | Chery/Divulgação

Painel

As linhas do painel no geral agradam. A central multimídia de 8” polegadas é integrada ao painel e tem espelhamento para para Android e IOS. Já o quadro de instrumentos é de difícil leitura. O volante tem revestimento em couro e é multifuncional com os comandos de áudio, telefone a piloto automático.

Chery Tiggo 2
Foto | Chery/Divulgação

Segurança

Na parte de segurança, desde a versão de entrada Look, o Chery Tiggo 2 conta com freios a disco nas quatros rodas com sistema ABS, airbag duplo, cintos de segurança de três pontos para todos os ocupantes e sistema de fixação infantil ISOFIX. A versão ACT agrega controles de tração e estabilidade e assistente de partida em rampa.

Chery Tiggo 2
Foto | Chery/Divulgação

De série

Os principais itens de série do Chery Tiggo 2 automático Look são: direção hidráulica, rodas de liga leve 16”, ISOFIX, sistema de monitoramento de pressão dos pneus, alarme, sensores traseiros de estacionamento, retrovisores com ajustes elétricos, luz indicadora nos retrovisores, rack de teto longitudinal, vidros elétricos dianteiros e traseiros, bancos em tecidos e material sintético, banco do motorista com regulagem de altura, rádio, entrada USB,  travamento central de portas, porta malas com controle remoto e computador de bordo.

Chery Tiggo 2
Foto | Chery/Divulgação

Ainda fazem dos itens de série da versão Look, ar-condicionado automático, piloto automático, aviso sonoro para cinto de segurança do passageiro, câmera traseira, volante multifuncional revestido em couro e central multimídia com espelhamento com Android/IOS.

Tiggo 2 ACT

Já a versão topo de linha ACT agrega rodas de liga leve 16” polidas, assistente de partida em rampa, controle de estabilidade, controle de tração, aviso sonoro para cinto de segurança dos passageiros, câmera traseira, volante multifuncional em couro e teto solar elétrico. Ela também conta com função Eco e banco revestido em couro ou sintético.

Andando

No curto test drive promovido pelo fabricante andamos na versão topo de linha ACT. Na cidade, o desempenho do Tiggo 2 é satisfatório. Ao pisar fundo no acelerador o câmbio responde rápido e permite boas retomadas. Porém, apesar de trabalhar em conjunto com um motor de menor cilindrada, em velocidades mais altas o propulsor pede mais marchas. Nessas situações com o motor trabalhando em altas rotações os ruídos de seu funcionamento invadem a cabine e incomodam bastante. Um melhor isolamento acústico poderia atenuar tal situação.

Cores

O Chery Tiggo 2 é ofertado nas cores sólidas branco e preto e nas metálicas prata, azul e marrom.

Siga nossas redes sociais