O presidente da Renault do Brasil, Jean-Michel Jalinier, confirmou a notícia que todos já sabiam: o Duster será produzido na planta de São José dos Pinhais, PR. O anúncio foi feito durante um pronunciamento ao vivo pela internet. O lançamento ocorrerá em novembro. A partir do próximo dia 17, o modelo deverá ser mostrado no Salão do Automóvel de Buenos Aires.

Jalinier aproveitou para revelar algumas características técnicas do Duster. Serão oferecidos motores 1.6 e 2.0, ambos flexíveis, acoplados a um câmbio manual e com opção por tração 4×2 ou 4×4 e. A transmissão automática não será disponibilizada em princípio, mas é provável que o equipamento venha depois, por questões  mercadológicas.

O preço foi mantido em segredo pelo executivo, que se limitou a dizer que a novidade da Renault será vendida por um valor “extremamente competitivo”. O porta-malas comportará 475 litros e o SUV terá boa capacidade para enfrentar estradas de terra, graças ao vão de 221 milímetros em relação ao solo e aos ângulos de entrada e de saída, de 30 e 35 graus, na ordem.

O presidente da Renault disse ainda que o Duster brasileiro terá acabamento diferente da versão romena, produzida pela Dacia, que ilustra o post. No exterior, o modelo nacional terá grade dianteira composta por lâminas horizontais, conforme o Autos Segredos já mostrou (veja aqui).

Fotos: Dacia/Divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter