Novo-Troller-T4-2015-44

Com toda evolução pela qual o Troller T4 passou em sua nova geração – lançada quase 15 anos depois da primeira – já era esperado um aumento nos preços na ordem de 15%. No fim das contas, ficou nos 14%: a nova geração custa a partir de R$ 110.990, antes os R$ 96.844 cobrados por tabela pelo anterior. E continua sem airbags.

Novo-Troller-T4-2015-46

Hoje o T4 tem carroceria feita de um composto que mistura fibra de vidro e aço, numa técnica chamada Sheet Molding Compoud (SMC), semelhante aos Ford Mustang GT e Chevrolet Corvette. O chassi é próprio, mas todo o conjunto mecânico vem da Ranger. Isso inclui o motor 3.2 Duratorq de cinco cilindros com turbo de geometria variável, que gera 200cv de potência e 48kgfm de torque máximo a 1.700rpm e o câmbio é manual de seis marchas com exatamente as mesmas relações da picape. Segundo a fabricante, o modelo tem consumo médio de 9,8 km/l na cidade e 12,3 km/l na estrada.

Troller-2015-painel

A picape também empresta seu sistema de tração, com três formas de atuação: 4×2, 4×4 High (acionada até os 120km/h) e 4×4 reduzida. O comando é eletrônico, por meio de seletor no console central e o diferencial traseiro é autoblocante. Os pneus são de uso misto, 70% estrada e 30% off-road. Versões 50/50 e 30/70 estão na lista de opcionais composta por quase uma centena de itens.

O novo Troller T4 conta com ar-condicionado automático, duplo teto solar, ABS, computador de bordo, lanternas traseiras em LED e rodas de 17”. Uma tremenda evolução, sim, mas não há airbags, pois, segundo a Ford, a legislação não pede a instalação para veículos off-road. Vai do bom senso: poderia ser opcional, pelo menos.