MalagrineRecém apresentado, o Mercedes-Benz Actros 2651 6×4 é equipado com um motor de 510 cv, o mais potente da marca fabricado no Brasil. Os irmãos da linha, 2646 6×4 e 2546 6×2 receberam atualização de design e tecnologia. A marca decidiu por aprimorar a linha no Brasil, de modo a atender as condições de rodagem em vez de produzir a nova geração lançada na Europa.

O Actros 2651, produzido em Juiz de Fora, MG, vem equipado com o motor OM 460 LA, de 6 cilindros e 3 litros, com 244 kgf.m @ 1.100 rpm e 510 cv @ 1.900 rpm. O desenvolvimento envolveu um milhão de quilômetros em rodovias e 14 mil horas de testes. A equivalência de muitas peças com o OM 457 facilita a reposição de e manutenção.

MalagrineTransmissão automática Mercedes Powershift, que eliminou os sincronizadores de marcha e com sensores de inclinação agregados ao conjunto, que evitam trocas em aclives ou declives, priorizando torque e garantindo freio motor nessas situações.

A evolução do design trouxe características funcionais, que envolvem melhoria na aerodinâmica, como maiores defletores de ar na grade frontal. Um novo para-choques em plástico de alta resistência, com minimização do efeito memória, que se deforma em impactos, mas volta à sua forma original depois de desencostar, e que ainda é mais alto 35 mm, evitando contatos indesejados com o solo, valetas e lombadas. Recebeu ainda uma grade frontal maior, com a estrela da marca iluminada de série.

Melhorou também a sensação térmica dentro da cabine, já que ganhou um para-sol opaco integrado e, para garantir conforto, um climatizador menos, que também colabora com a aerodinâmica.

MalagrineO conjunto ótico agora é modular, em policarbonato, permitindo a troca dos componentes de forma individual. Ainda ganhou luzes de posição em LED e Day Running Lights.

O painel de instrumentos tem display LCD de 4 polegadas, colorido, com comandos executáveis através de teclas no painel e botões no volante. O sistema de som também é gerido por essas teclas e botões e ainda agrega conectividade com celulares. Novos alto-falantes e tweeters foram inseridos no modelo, que pode receber um subwoofer de forma opcional.

MalagrinePara o conforto do condutor, a cama de cabine recebeu mudança na densidade da espuma e a cabine pode ser curta, leito baixo, leito de teto alto e a Megaspace.

Opção de suspensão metálica, para utilização em estradas sucateadas e rotas difíceis, que passa a ser oferecida para os modelos 2651 e 2646 6×4, também disponíveis com suspensão a ar. Quando equipados com suspensão metálica, os tanques em alumínio podem ter até 1.080 litros de capacidade, agregando 300 litros aos 780 de série. Para a suspensão a ar, litragem máxima dos tanques em 890 litros.

Quando o extrapesado é equipado com cabine Megaspace, pode vir com ABS e ASR, EBD, freio-motor Top-Brake, assistente ativo de frenagem, controle de proximidade e sistema de orientação de faixa de rolagem, além de assistência de partida em rampa.

MalagrineO Megaspace tem sistema de orientação de faixa de rolagem, controle de proximidade, assistente ativo de frenagem e retarder. Freio-motor Top Brake, EBD, ABS e ASR, além da assitência de partida em rampa, também estão disponíveis. Bom conjunto.

Opção de eixos traseiros sem redução nos cubos de roda, para operações de longa distância em rodovias com peso bruto total combinado de 74 toneladas, para o 2651 e também para os 6×4.

A gama completa Actros é composta pelo 4844 de 435 cv, 2546 6×2, 2646 6×4, ambos com 456 cv e pelo 2651 de 510 cv. A família ainda conta com o 4160 8×8 SLT, importado, voltado para operações especiais.

[photomosaic]

Fotos| Mercedes-Benz/Divulgação