Até agora, o Hyundai Veloster tinha visual de esportivo e desempenho de carro de família. Porém, o fabricante parece ter resolvido o problema: uma versão turbo foi mostrada pela primeira vez hoje, no Salão do Automóvel de Detroit. A cilindrada é a mesma das versões aspiradas, mas a potência saltou para 204 cv. O torque é de 27 kgfm. As duas opções de câmbio, manual ou automatizado de dupla embreagem, têm seis velocidades. A marca sul-coreana afirma que o propulsor, que tem injeção direta, atende às exigentes normas de emissões de poluentes Euro 5.

Visualmente, o Veloster mais nervoso se difere dos demais por meio de sutis mudanças de design introduzidos na tomada de ar frontal e nos para-choques. Há também um jogo de spoilers e saída dupla de escapamento. No interior, há a inscrição “Turbo” nos bancos dianteiros. A unidade revelada pela Hyundai tem ainda pintura fosca.

O Veloster mais potente até o momento rende 140 cv, graças a um sistema de injeção direta para alimentar o propulsor 1.6 aspirado. Com o sistema de injeção convencional, o valor cai para 128 cv. Aliás, é sempre bom lembrar que a versão à venda no Brasil não tem injeção direta, mas o Grupo Caoa, que representa a marca por aqui, informa potência de 140 cv. Por enquanto, a Hyundai não confirma a chegada da versão turbo ao país. Se o modelo vier, ainda deverá demorar um pouco, pois a marca precisaria adaptar o citado sistema de injeção à gasolina local.

Fotos | Hyundai/Divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter