Para produzir a nova geração do New Fiesta global na fábrica de São Bernardo do Campo (SP) a Ford está usando nova tecnologia de pintura. E assim quem se deu bem foi o Ka que teve sua oferta de cores renovadas, pena que por pouco tempo, pois, o modelo atual morre no fim do ano com a chegada do nova geração do Ka que será fabricada na planta de Camaçari (BA). Aliás, o novo compacto que chega somente com opção de quatro portas mata também o Fiesta Rocam.

A nova pintura é conhecida pelo alto teor de sólidos e tem como principais vantagens cores mais vivas e brilhantes e de maior resistência a riscos. Tecnicamente, a tinta com alto teor de sólidos tem maior poder de cobertura, que garante maior profundidade de cor e aumenta a resistência contra desgaste a abrasão. O sistema também traz avanços no processo de mistura e aplicação e favorece o meio ambiente, com redução do uso de solventes e da emissão de componentes voláteis.

O Ka moribundo passa então a contar com as cores sólidas vermelho arizona e branco ártico, a metálica prata dublin e a perolizada preto Bristol.

O hatch é vendido atualmente com o motor RoCam 1.0 de 73/68,5 cv (etanol e gasolina) e vem equipado de série com conta-giros, alerta de manutenção programada, chave única para ignição e abastecimento e desligamento automático das luzes e faróis junto com a ignição, com preço a partir de R$ 21.800. O Ka Sport deixou de ser ofertado como antecipamos em 20 de dezembro.

Fotos | Ford/divulgação