Enquanto a versão Fiat do Dodge Journey é dúvida para o Brasil, na Europa, onde o Dodge não é vendido, a Fiat se prepara para apresentar durante o Salão de Genebra, em março, o Fiat Freemont. O crossover será responsável por substituir o Fiat Ulysse, que saiu de linha no ano passado.

A única diferença visual está na grade dianteira e nos logotipos. Até as rodas são as mesmas. Com lugar para 7 passageiros o Fiat Freemont tem porta-malas com capacidade para até 1.461 litros, com os bancos rebatidos. O bom é que o interior do Journey recebeu formas mais arredondadas, assim como o acabamento de melhor qualidade, e se tornou mais parecido com os Fiat europeus. Mas a carroceria não engana que este é um carro norte-americano.

A Fiat irá importar o Freemont do México, com o motor a gasolina, 3.6 V6 Pentastar da Chrysler, com 276 cavalos, e duas versões do motor Fiat 2.0 Multijet com 140 e 170 cavalos, a Diesel. A versão menos potente será a única com câmbio manual e sem tração 4×4. De série o modelo contará com ar-condicionado trizone, 7 airbagsm, entrada sem chave, controle de cruzeiro, computador de bordo e rádio com tela touch-screen.

Com informações do Autoblog

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter

Quer equipar seu auto? Compare os preços antes no indiCAuto Auto Peças Online!