Como o Autos Segredos antecipou em setembro a Citroën matou o C3 Picasso e aposta em versão do AIRCROSS sem estepe e preço partindo de R$ 49.990 para crescer em vendas. Opção topo de linha continua com o estepe pendurado na tampa

citroen_aircross_2016A Citroën promoveu mudanças visuais no AIRCROSS chega às lojas sem perder sua identidade topa-tudo do dia-a-dia. As alterações são mais notadas na dianteira que ganhou novos faróis e para-choque. O modelo ainda teve alterações em seu interior. Segundo a marca o usuário terá mais conforto e tecnologia embarcada.

#JuntosPeloMatheus   –  O Autos Segredos convida seus leitores a ajudar o Matheus   –    https://www.facebook.com/juntospelomatheus/timeline

citroen_aircross_2016_3O modelo perdeu o estepe aparente na traseira na versão de entrada e na imediatamente superior. Já nas duas versões mais completas, ele continua presente, relembrando a opção do consumidor pelo estilo aventureiro-urbano.

citroen_aircross_2016_8Nas quatro versões que serão oferecidas, as novidades chegaram por dentro e por fora. O design seguiu a tendência do organicismo, mais dinâmico e funcional. Na parte mecânica, nova calibragem da caixa automática, com seleção de marchas sequencial, visando eficiência energética, e novas relações de marcha na caixa manual, além de novo acerto de suspensão e a troca da assistência hidráulica de direção pela elétrica, mais conforto e economia de combustível.

citroen_aircross_2016_7

A gama de propulsores também recebeu atualizações, importantíssimas, mesmo considerando a já sabida eficiência dos motores da marca, e é composta pelo 1.5i Flex e pelo 120i Flex Start, de 1,6 litro e 16 válvulas. O primeiro ganhou redução de atrito nas partes móveis, bielas forjadas e fraturadas, portanto de menor peso e que garantem folga mínima entre os componentes, o que contribui para resistência e durabilidade, além de um coletor de admissão redesenhado para melhorar o fluxo da mistura, garantindo maior torque. O maior e mais potente, dotado de comando de válvulas variável, recebeu as mesmas melhorias em relação à diminuição do atrito entre as partes móveis e uma bomba de óleo de geometria variável, que modifica a vazão e pressão do sistema de acordo com a demanda – maior durabilidade dos componentes e menores perdas energéticas para o motor. No 1,5 litro são 93 cv @ 5.500 rpm e 14,3 kgf.m @ 3.000, com 86% deste binário disponível já em 2.000 rpm. Já o 1,6 litro entrega 122 cv @ 5.800 rpm e 16,4 kgf.m @ 4.000 rpm – 80% disponíveis já em 1.500 rpm. Todos os números com etanol.

Para saber, as mudanças nas caixas de câmbio representaram alongamento das marchas, obtendo ganho em conforto e consumo, sem prejudicar o desempenho. Considerando a utilização dos pneus verdes disponíveis, na medida 195/55 R16 e motorização 1,6 litro, em 5ª marcha, na caixa mecânica, a v/1000 é 32,6 km/h e, em 4ª, 25,6, 120km/h aos 3.700, ainda bastante curta. Já na caixa automática, de quatro velocidades, a v/1000 em última marcha é 47,4 km/h – bom conforto de rodagem a 120 km/h, 2.550 rpm, também com os mesmos pneus.

O conjunto de suspensão, recalibrado, mantém-se com MacPherson na dianteira com barra estabilizadora e travessa deformável, com braços oscilantes e barra estabilizadora na traseira. O novo acerto visou à melhoria da absorção de irregularidades do solo, ganhando ainda, como garante a marca, em dirigibilidade.

O grande desafio Centro de Estilo da PSA Peugeot Citroën foi manter a identidade do modelo, mesmo suprimindo nas versões mais simples o estepe na traseira. A grade dianteira recebeu atualização do símbolo da marca, o Chevron, que agora tem linhas integradas com a lateral do para-choques e se une aos faróis e conferiu ao modelo um perfil mais alongado. Por falar em faróis, agora eles são equipados com luzes de posição em LED, e tiveram potência, facho e alcance aprimorados.

Ganhou também novas rodas e novo grafismo lateral que identifica o modelo.

Para-choques traseiro agora tem câmera de ré integrada e novo desenho. Já as lanternas ganharam máscara negra.

Passando ao habitáculo, o painel tem nova formatação, com central multimídia touchscreen integrada e os ocupantes contam com novos bancos. A intenção da Citroën foi de transmitir maior requinte no automóvel, além de ampliar a sensação de espaço. Para isso o para-brisa panorâmico contribui, além de padronagem no acabamento que faz referência ao calçadão da praia de Ipanema – RJ, chamado Seventies, e outra opção, chamada Amalt.

A central multimídia tem tela de 7 polegadas gerencia os recursos de áudio, navegação e conectividade do modelo e tem armazenamento interno de 16 gb. Reproduz os formatos de áudio mais comuns e imagens estáticas, além de garantir possibilidade de streaming via bluetooth, somada às sempre presentes entradas USB e auxiliar. Tem ainda calculadora e calendário.

[photomosaic]

Na parte conectiva, fica o destaque para o espelhamento de tela dos aparelhos celulares com sistema Android e iOS e o SmartApp Link MyCitroën, que compila dados de consumo de combustível, localização, percurso realizado, quilômetros percorridos e prazo para a próxima revisão no telefone sincronizado.

Os bancos traseiros são totalmente rebatíveis e garantem assoalho plano nessa configuração – um bagageiro possível aos volumes maiores, portanto.

Materiais reciclados foram aplicados em larga escala no acabamento e construção do Novo Citroën AIRCROSS, tais como: TNT (reciclado de garrafas PET), fibras naturais como o sisal e a juta, retalhos de tecido agrupados na forma de feltro, madeira e condensado de madeira com resina chamado Woodstock.

Oferece como itens de série freios ABS com distribuição eletrônica da força de frenagem, retrovisores elétricos, volante com regulagem de altura e profundidade e computador de bordo. Opcionalmente pode vir equipado com sensor de chuva e crepuscular, ar-condicionado automático e módulo para navegação GPS.

Confira abaixo o conteúdo e preço sugerido de cada versão:

Citroën AIRCROSS Start – (1.5i câmbio manual) R$ 49.990

Conta de série com:

  • Direção elétrica
  • Ar condicionado
  • Freios com ABS (Anti-lock Breaking System) + REF (Repartidor Eletrônico de Frenagem)
  • Rodas em aço com pneus de passeio Fuel Saver na medida 195/55 R16
  • Suspensão elevada
  • Novo farol com bloco elíptico bipartido
  • Volante com regulagem de altura e profundidade
  • Controle elétrico dos retrovisores externos, vidros dianteiros e traseiros
  • Banco dianteiro do motorista com regulagem manual de altura;
  • Banco traseiro com encosto bipartido
  • Antena no teto
  • Computador de bordo
  • Limpador e lavador elétrico do vidro traseiro
  • Abertura e travamento remoto das portas (PLIP)
  • Desembaçador do vidro traseiro temporizado
  • Apoios de cabeça traseiros (2)Protetor de cárter
  • Opcional: rádio AM/FM/Bluetooth/Entrada Auxiliar.
Citroën AIRCROSS Live – (1.5i e câmbio manual ou opcionalmente motor 1.6  Vti Flex Start e câmbio automático)  R$ 53.990 (manual) e R$ 58.990 (automático)

Todos os equipamentos da versão Start mais:

  • Barras de teto longitudinais
  • Rodas de liga leve com pneus de passeio Fuel Saver na medida 195/55 R16
  • Paddle-Shift e Eco Drive (somente com câmbio automático)
  • DRL (luzes diurnas de LED)
  • Rádio AM/FM/Bluetooth/Entrada Auxiliar
  • Opcional: Central multimídia com tela touch screen.
Citroën AIRCROSS Feel – (1.6 Vti Flex Start e câmbio manual ou automático) –  R$ 58.990 (manual) e R$ 63.290 (automático)

Equipamentos de série da versão Live acrescidos de:

  • Estepe 16″ de aço com capa de proteção estilizada
  • Rodas de liga leve com pneus de uso misto Fuel Saver na medida 205/60 R16
  • Faróis de neblina
  • Sistema de alarme ultrassom
  • Rádio RD6
  • Comando para rádio
  • GSI (somente câmbio manual)
  • Opcionais: central multimídia com tela touch screen e detector de obstáculo traseiro.
Citroën AIRCROSS Shine – (Somente com motor 120 Vti Flex Start e câmbio automático) – R$ 69.290

Todos os equipamentos das versões anteriores, mais:

  • Ar condicionado automático
  • Volante revestido em couro
  • Detector de obstáculo traseiro
  • Bancos em tecido/couro
  • Câmera de ré
  • Piloto automático
  • Faróis com acionamento foto-sensitivo
  • Limpador de para-brisa com sensor de chuva
  • Apoios de cabeça traseiros (3).
  • Opcional: navegação por GPS

citroen_aircross_2016_5Fotos | Citroën/Divulgação