Conforme antecipamos no final de dezembro, R$ 31.990 é o preço do Chery S-18, que está sendo lançado agora como o primeiro chinês com motor flex, o 1.3 16v Acteco usado pelo Face, mas com sistema de injeção bicombustível da coreana Delphi, que aumentou a potência de 84 para 90 cavalos com gasolina e 91 cv com etanol. O torque é de 12,9 kgfm com etanol e 12,8 kgfm com gasolina, sempre a 4.600 rpm.

O preço é o mesmo do Face quando foi lançado, mas este, até o fim dos estoques da linha 2011 custará R$ 29.990 e os valores pós-aumento do IPI não foram divulgados ainda. Apesar das semalhanças de valores e projeto, oO S-18 não é tão menor que o Face quanto parece; são 3.60 m de comprimento contra 3,70 m; 1.58 m de largura contra 1.57 e 1.527 mm de altura ante os 1,56 m do Face. A distância entreeixos é de 2.33 m, 6cm mais curta que a do Face, mas o peso em ordem de marcha, de 1.028 kg é apenas 12 kg a menos.Mesmo assim ele é pequeno, o que fica evidente pelo porta-malas de 160L ou 492L com os bancos traseiros rebatidos. Apesar do motor mais forte que o de concorrentes 1.0, o rendimento declarado pela Chery não anima muito: 0 a 100 km/h em 16 segundos e velocidade máxima de 150 km/h. A transmissão é manual de cinco marchas e as rodas, de liga leve, são calçadas com pneus 175/60 R14.Chinês, segue a tradição da boa lista de equipamentos de série, que inclui ar-condicionado, direção hidráulica, airbag duplo, freios ABS com EBD, alarme antifurto, vidros, travas e retrovisores elétricos, além de painel digital e rádio AM/FM com CD player MP3 e entrada USB.

Concorrente forte para o Kia Picanto?

Fotos | Chery/divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter