Demorou – e muito – mas chegou. O Chery Celer está sendo oficialmente lançado no Brasil após alguns adiamentos e algumas semanas sendo divulgado na internet. Disponível nas carrocerias hatch e sedã, o Celer ocupa a lacuna entre o Face e o Cielo com preços partindo de R$ 35.990 na carroceria hatch e R$ 36.990 na sedã.

Fabricado em Wuhu, na China, o Celer passou por modificações em 140 itens, incluindo motor, transmissão, sistema de som e acabamento interno, para ser vendido no Brasil. O Celer será também o primeiro Chery fabricado no Brasil ma fábrica que está sendo erguida em Jacareí (SP), e que deve iniciar suas operações no início de 2014.

Com linhas arrojadas, assinadas pelo estúdio Torino, o Celer tem personalidade mas já se encontra defasado em relação ao modelo vendido na China, reestilizado no início deste ano. Provavelmente permaneceremos com o visual lançado em 2010 até que seja produzido no Brasil.

As dimensões estão na média do segmento de compactos. São 4.139 mm de comprimento, 2.527 mm de entre-eixos, 1.492 mm de altura e 1.686 mm de largura, com porta-malas com capacidade de 380 litros. O sedã tem comprimento de 4.269 mm e 450 l de porta-malas, mas compartilhar as outras dimensões com o hatch não é tão bom assim…

Seu motor é um 1.5 16V Flex que gera torque de 14 kgfm a 3.000 rpm e 108 cv de potência a 6.000 rpm. A velocidade máxima, no entanto, é de 160 km/h. É de se supor que as relações de marcha são bastante curtas.

Entre os equipamentos de série estão ar-condicionado, vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico, relógio digital, sistema de som com CD Player MP3 com entrada USB, rádio AM/FM e antena integrada ao para-brisa, volante com regulagem em altura, ajuste elétrico do retrovisor externo, acionamento interno para abertura do tanque e do porta-malas, desembaçador do vidro traseiro, display de consumo instantâneo, regulagem elétrica de altura dos faróis, airbags para motorista e passageiro, cintos de segurança dianteiros e traseiros laterais de três pontos (central com dois pontos), indicador sonoro de porta aberta e alarme antifurto, entre outros itens.

 

Fotos | Fábio Aro/Chery/Divulgação