Na hora “H” a Peugeot reduziu o preço preço do novo 408 Griffe THP. Embora em seu site ainda mostre os R$ 83.490, o modelo parte dos R$ 81.490 por terem colocado os bancos dianteiros elétricos como o único opcional. Mas esta redução no valor igualou o Griffe THP ao Griffe 2.0 automático em preços. Espero que ninguém tenha dúvidas na hora da escolha.

O motor 2.0 da PSA não é ruim, é bem fortinho e é flex – o que não considero vantagem, mas há quem pense de outra forma – só está mal acompanhado. Seu câmbio de quatro marchas evoluiu em relação ao 307, mas os dos concorrentes evoluiram mais.Já o motor 1.6 16v THP tem turbo e injeção direta, o que resulta em 165 cavalos de potência a 6.000 rpm e 24,5 kgfm de torque máximo a 1.400 rpm. Ele ainda está associado a um câmbio automático de seis velocidades com opção de trocas sequenciais, que, se tiver a mesma programação do 3008, pode tornar o 408 empolgante.

Além de ser mais eficiente e menos poluente, o 408 Turbo leva vantagem nos números: acelera de 0 a 100 km/h em 8,3 segundos e atinge 213 km/h de velocidade máxima. A versão 2.0 AT alcança os 100km/h em 10,8 s, com máxima de 208 km/h. Quem irá comprar o Griffe automático agora? Mas se a Peugeot quer que alguém compre o THP, é melhor gastar um pouquinho com publicidade…

Fotos | Peugeot/divulgação

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter