A Mercedes-Benz abre vagas para 330 colaboradores para suas fábricas de modelos comerciais. Os novos contratados prestarão serviços nas unidades São Bernardo do Campo (SP) e Juiz de Fora (MG). Serão 250 profissionais destinados a unidade paulista e 80 para sua fábrica mineira. A marca anunciou as contratações durante a inauguração de sua nova linha de montagem de caminhões já baseada na Indústria 4.0.

“Nossa Empresa começa o primeiro semestre de 2018 com a contratação de 522 pessoas para a planta de São Bernardo do Campo, além de 160 novos colaboradores para a fábrica de Juiz de Fora, em Minas Gerais. São cerca de 700 novas contratações para as duas plantas desde janeiro a partir da reação do mercado de veículos comerciais”, informa Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil & CEO América Latina. “Estamos muito contentes por inaugurar uma nova linha de montagem de caminhões e, nesse momento de recuperação econômica, poder oferecer oportunidade de trabalho para centenas de profissionais”.

Competitiva

Segundo a Mercedes-Benz, com as novas instalações e colaboradores a marca fica mais competitiva e preparada para atender às demandas do mercado. A marca ainda diz que a recuperação do mercado motiva os novos negócios. Nos dois primeiros meses deste ano, as vendas de caminhões da marca cresceram 50% e as ônibus alcançaram 200% de crescimento.

Nova linha

Para a nova linha de montagem de caminhões em São Bernardo do Campo (SP) faz parte do investimento de R$ 500 milhões que a Mercedes-Benz fez nos últimos três anos na unidade paulista. A marca também investiu R$ 230 milhões no mesmo período na fábrica mineira de Juiz de Fora que fábrica as cabinas de caminhões e o extrapesado Actros.

2022

Até 2022, a Mercedes-Benz investirá mais R$ 2,4 bilhões até 2022 para continuar modernizando as fábricas de São Bernardo do Campo e de Juiz de Fora. Os recursos também serão destinados ao desenvolvimento de novos produtos, serviços e tecnologias de conectividade.

 Foto | Mercedes-Benz/Divulgação