O Gol tem porte típico de compacto. Com 3,89 metros de comprimento, 1,66 de largura e 2,46 de distância entre-eixos, seu tamanho é sob medida para as superlotadas ruas e avenidas brasileiras. Em seu habitat natural, o hatch mostrou comportamento arisco, para o bem e para o mal…

O Gol é arisco em termos de agilidade, que agrada bastante no trânsito. O motor 1.6 entrega o torque máximo de 15,4/15,6 kgfm já a 2.500 rpm, característica que, aliada ao baixo peso da carroceria, torna o Gol muito esperto em mudanças de faixa e subidas. Mesmo com o ar-condicionado ligado, o rendimento ainda é bastante satisfatório.

A suspensão é bem rígida, característica que sempre acompanhou o Gol. O acerto privilegia a estabilidade, mas mostra-se desconfortável em uso urbano. Sobre pisos irregulares, é evidente a transferência das imperfeições para o habitáculo. Por outro lado, o conjunto mostra altura adequada em relação ao solo e o modelo transpõe valetas e quebra-molas sem esbarrões.

Na hora de manobrar, o modelo conta com o auxílio de sensores de estacionamento com gráfico exibido no display do aparelho de som, além de retrovisor esquerdo do tipo tilt-down, que muda momentaneamente de posição para que o motorista veja o meio-fio. São apenas mimos, mas que fazem a diferença, especialmente quando ainda não há intimidade com o carro.

A proposta de uso urbano é ressaltada pelo câmbio automatizado I-Motion. O problema é que a transmissão têm se mostrado justamente o ponto mais criticável do modelo: se por um lado   mantém o pé esquerdo descansado em meio aos congestionamentos, por outro não poupa motorista dos trancos.

Quando se dirige com mais calma, pressionando pouco o acelerador, as trocas ascendentes até ocorrem de modo mais suave, mas nas reduções o desconforto é certo. Como se não bastasse o funcionamento brusco, a central eletrônica normalmente não consegue cambiar nos momentos desejáveis. Agora, o comportamento arisco ganha conotação bastante inconveniente…

Falaremos mais sobre o câmbio em um post específico sobre o assunto, que será publicado em breve. Continue acompanhando a avaliação do Gol Trend 1.6 I-Motion.

Fotos | Alexandre Soares/Autos Segredos