O Chevrolet Prisma é o meu companheiro de batalha desde segunda-feira (29/8). Se externamente as mudanças foram quase impercepitíveis, internamente não pode se dizer o mesmo. No modelo 2012 o o painel recebeu alterações pontuais como os novos e agradáveis comandos de ventilação que perderam o ar simplório do modelo anterior.

Aliás no conjunto geral o painel  é o mesmo, mudando apenas alguns apliques e tonalidades. O porta-trecos acima do porta-luvas só serve para colocar pequenos objetos, mas, tem que se levar em consideração que sua função real é receber futuramente o airbag para o passageiro. Assim como o volante que também foi trocado para receber as bolsas de segurança. E, já que falei em porta-trecos que aliás são poucos, senti falta também de um porta-copos.

Como bem notou o Alexandre os comandos do rádio são de difícil acesso e as teclas pequenas não facilitam a vida do condutor ainda mais com a localização do equipamento que fica abaixo da visão do motorista. Outro deslize é o fato do rádio só ligar com a chave acionada no contato. Geralmente, quando estou na espreita para flagrar algum segredo, gosto de ficar dentro do carro escutando uma música. Se preciso sair rápido do carro é só acionar o alarme e partir para o ataque, já que as chaves ficam sempre no meu bolso. Ontem, tive que me adaptar ao Prisma e além de prestar a atenção a tudo que acontecia ao meu redor ainda tinha que me preocupar em não esquecer a chave no carro ao sair para alguma foto.

A essa altura todos já devem estar pensado que o rádio só tem pontos negativos. Porém, as tecnologias embarcadas salvam a pele do equipamento como o bluetooth. Afinal, poder conversar pelo viva voz e dirigir com as duas mãos ao volante é mais seguro e ainda livra o condutor de uma infração. Entretanto, vale lembrar ao condutor que o viva voz não substitui a atenção que se deve ter ao trânsito em sua volta.

O Prisma já está quase indo embora e no final de sua estadia será publicada a avaliação completa.

Fotos | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Acompanhe também o Auto Segredos pelo Twitter