Equipamentos eletrônicos de segurança incrementam a versão mais sofisticada do Peugeot 3008. Motor 1.6 turbo e câmbio automático de seis marchas empurram bem 1,5 tonelada
Peugeot 3008
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Por Paulo Eduardo

O bem-estar ao volante do Peugeot 3008 aumenta com os equipamentos de segurança da versão Griffe Pack que inclui frenagem automática de emergência e alerta de colisão; correção e alerta de permanência em faixa; alerta de atenção do condutor depois de conduzir por mais de duas horas; comutação automática de farol alto para o baixo; leitor de placas de velocidade; controlador de velocidade com sistema de parada; alerta de ponto cego e ajuda em manobras.

Peugeot 3008
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Auxílio a condução

Um radar no parachoque dianteiro e uma câmera no alto do parabrisa fazem o carro parar em caso de colisão iminente contra outro carro ou pedestre. A reação motorista é antecipada se houver demora. Motorista sente no volante a correção das saídas da faixa seguida de alerta. Pode-se controlar a velocidade em relação ao carro da frente até a parada completa, se for o caso. Este pacote aumenta o valor da versão Griffe Pack em R$ 6 mil em relação à Griffe. O preço sugerido da Griffe Pack é de R$ 166.990.

Peugeot 3008
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Segurança

Além desses novos itens, Peugeot 3008 traz também seis airbags, controles de tração e estabilidade, além dos muitos equipamentos de conforto e conveniência. Se a impressão externa arrebata olhares pelos recortes equilibrados na dianteira, segue na lateral limpa e termina na traseira convencional, o melhor é abrir a porta e se acomodar muito bem nos bancos dianteiros forrados em couro legítimo. Inconveniente é não permitir transpiração. Esses têm regulagens diversas, incluindo a lombar, e massageador. O conforto não está restrito ao motorista. A marca do leão lembrou-se do passageiro.

Peugeot 3008
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Quadro de instrumentos

O jeitão futurista continua com o volante pequeno achatado nas bases superior e inferior, quadro de instrumentos digital de 12,3 polegadas. O quadro é visualizado acima do volante. No grande console central, há uma profusão de comandos para diversas funções. Parece confuso, mas é fácil de acostumar e lidar. A tela multimídia se destaca na parte superior do painel. Material emborrachado indica o zelo com acabamento. Há pequenas imperfeições de alguns encaixes. Completa a ambientação interior, os LEDs na cor azul nas portas, console e teto solar.

Peugeot 3008
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Banco traseiro

No banco traseiro, há saída de ar condicionado e espaço para três. Entrar e sair não requer contorcionismo nem na frente nem atrás. Assentos traseiros curtos não apoiam devidamente as pernas e contrastam os dianteiros que têm prolongador de assento. Porta-malas enorme forma plataforma alinhada com os bancos traseiros rebatíveis, quando necessário.

Peugeot 3008
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Andando

Em movimento, apesar de ser um SUV de mais de 1,5 tonelada de peso, Peugeot 3008 mostra-se dócil ao volante com boa calibragem da direção variável, leve em baixa e com boa sensibilidade em alta. Revestimento em couro liso do volante provoca deslize acidental. Desempenho supera expectativas, atingindo 100 km/h em cerca de 9 segundos e velocidade máxima acima de 200 km/h. Marchas podem ser trocadas manualmente e há opção esportiva. Porém, um SUV com mais de 22 centímetros de altura requer prudência nas curvas apesar de toda eletrônica de segurança disponível. Computador de bordo registrou consumo de 9 km/l na cidade e 11 km/l na estrada.

Freios são eficientes e faróis de LED iluminam muito bem, aumentando a segurança. O ângulo de ataque limitado (20 graus) e a tração apenas dianteira desaconselham aventuras fora do asfalto. Suspensão confortável. Mas nas imperfeições e remendos do asfalto, as rodas enormes aro 19 e pneus largos sobem e caem bruscamente provocando desconforto.

Por toda tecnologia e agradável bem-estar, o 3008 é muito mais prazer e os pequenos incômodos passam quase despercebidos.

Ficha técnica Peugeot 3008

Motor
De quatro cilindros em linha, 1.598 cm³ de cilindrada, 16 válvulas, gasolina, de 165 cv de potência máxima a 6.000 rpm e torque máximo de 24,5 kgfm a 2.000 rpm

Transmissão
Tração dianteira e câmbio automático de seis marchas

Direção
Tipo pinhão e cremalheira com assistência elétrica; diâmetro de giro, 11 metros

Freios
Disco ventilado na dianteira; sólido na traseira; ESP (controle de estabilidade), TC (controle de tração) e HSA (assistente de partida em rampa)

Suspensão
Dianteira, independente, do tipo McPherson, barra estabilizadora; traseira, eixo de torção, barra estabilizadora; altura do solo, 22,6 centímetros

Peugeot 3008
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Rodas/pneus
7,5×19” de liga leve /235/50R19

Peso
1.567 kg

Carga útil (passageiros+ bagagem)
Não divulgado

Dimensões (metro)
Comprimento, 4,447; largura, 1,906; altura, 1,625; distância entre-eixos, 2,675

Peugeot 3008
Foto | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Capacidades (litro)
Porta-malas, 520; tanque, 53; ângulos de ataque/saída (graus), 20/29

Desempenho
Velocidade máxima, 206 km/h; aceleração até 100 km/h, 8,9 segundos

Consumo (km/l)
Urbano, 9,4; estrada, 9,6

Siga nossas redes sociais