Marlos Ney Vidal (*)
De São Paulo (SP)

O Toyota Corolla 2018 chega ao mercado mais equipado e de visual renovado. Apesar da liderança de mercado, o sedã ficava devendo em segurança com ausência dos importantes controles de tração e estabilidade. Agora, na linha 2018, a marca japonesa corrige a rota do sedã e os equipamentos passam a ser de série todas as versões. Além das mudanças mecânicas e visuais, o sedã ganhou a versão XRS que ostenta visual esportivo.

Junto com os controles de tração e estabilidade, todas as versões do sedã passam a contar com assistente de subida e sete airbags de série.

Versões

Na linha 2018 o sedã será comercializado em seis versões: GLi 1.8L com transmissão manual de seis velocidades; GLi 1.8L e GLi 1.8L Upper com transmissão automática Multi-Drive, que reproduz sete velocidades nos modos Drive e sequencial, por meio de trocas na alavanca de transmissão; XEi, XRS e Altis, todas com motor 2.0L e equipadas com a mesma transmissão automática Multi-Drive, incrementada com a possibilidade de trocas de marchas manuais no modo sequencial, tanto na alavanca do câmbio quanto por meio de borboletas localizadas atrás do volante.

Vendas

Em 2016, o Toyota Corolla foi quinto modelo mais vendido do mercado nacional com 64.740 modelos vendidos e ficou com a liderança de mercado entre os sedãs médios. Em 2016, o Corolla teve 49,3% de Market Share. Em 2017, nos dois primeiros meses do ano o sedã japonês emplacou 7.842 unidades ficando com sexta colocação geral e também na liderança do segmento. A meta do fabricante é vender mais de 60 mil unidades do sedã em 2017.

Mix

O mix de vendas estimado do Corolla 2018 é de 27% para as versões GLi (incluindo PCD), 50% para a XEI, 11% para XRS e 12% para a Altis.

Suspensão

Para receber as novas rodas de aro 17 polegadas, a engenharia da Toyota retrabalhou a suspensão para manter o bom conforto do sedã. O bom acerto e o bom comportamento foram mantidos. O sedã preza pelo conforto e estabilidade e absorve bem as imperfeições do solo.

Motor

Sem mudanças, o motor 2.0 equipa as versões XEi, XRS e Altis manteve o bom desempenho, em parte garantido pelo boa transmissão tipo CVT, que conta opção de troca sequencial, por meio de aletas no volante. O câmbio tem simulação de sete velocidades com tecla Sport que faz com o que o motor trabalhe em rotações mais altas. As respostas do câmbio são sempre imediatas.

Sem pisar fundo no acelerador, o motor mantém o giro a 2.200 rpm a 110 km/h. O motor tem funcionamento suave em qualquer faixa de rotação. Mesmo com quatro ocupantes, o sedã se comportou bem e o desempenho foi satisfatório. O propulsor tem potência de 143/154 cv a 5.600 rpm, com gasolina e etanol, na ordem e o torque é de 19,4/20,3 kgfm a 4.800 rpm.

As versões GLi são equipadas com o motor 1.8 que rende 144 cv a 6.000 rpm, quando abastecido com etanol, e 139 cv a 6.000 giros, com gasolina. O torque máximo nesta configuração é de 18,6 kgfm (com etanol) e 17,7 kgfm (com gasolina), sempre a 4.800 rpm. A versão GLi pode ser equipada com câmbio manual de cinco velocidades e também a automática do tipo CVT Multi-Drive.

XRS

A nova versão com visual esportivo não oferece nada além dos itens que remetem esportividade. Fazem parte da diferenciação esportiva o aerofólio traseiro, saias esportivas, ponteira de escapamento cromada e interior na cor preta.

Apesar de seguir a lógica do precisa ser, basta parecer, a versão “esportivada” tem visual agradável. Na geração anterior, a XRS vendeu 8.800 unidades.

Visual

As mudanças externas são poucas e na dianteira se limitam aos novos faróis mais estreitos e o para-choque que ganhou desenho mais esportivo. Na traseira, o sedã ganhou novas lanternas de LED em toda a linha e com nova disposição das luzes. A lanterna ainda ganhou uma barra cromada fina em seu desenho interno que faz conjunto com uma barra fina que fica acima da placa de identificação.

Interior

O interior do Corolla 2018 também recebeu pequenas mudanças. O famoso relógio digital saiu do lado das saídas do ar-condicionado e está alojado ao lado do sistema de áudio. O painel continua com sua boa construção com materiais sensíveis ao toque.

Desde a versão de entrada GLi o volante e a manopla de transmissão são revestidos em couro na cor preta. Já os bancos são revestidos em couro cinza.

As versões GLi Upper e XEi contam com acabamento em couro na cor cinza; a XRS, em couro exclusivo na cor preta; e a topo de linha Altis, na nova cor linho claro.

A partir da versão da XEi os difusores do ar-condicionado são cromados e passam a ter formato arredondado. Já o Corolla Altis ainda tem o botão da alavanca do freio de estacionamento e as maçanetas das portas cromados.

Quadro de instrumentos

O Corolla 2018 conta com dois tipos de painel de instrumentos que receberam alterações gráficas. Na versão GLi, as informações são visualizadas por um grande círculo central que indica a velocidade, ladeado por dois menores: conta-giros à esquerda, e indicador de combustível e temperatura à direita. Um display de cristal líquido, localizado abaixo do mostrador de velocidade, reúne as informações do computador de bordo.

Os comandos do ar-condicionado são manuais na versão GLi e o sistema de som é composto por conexão Bluetooth® e entradas auxiliares tipo USB, para iPod® e similares.

Nas versões XEi, XRS e Altis, o painel de instrumentos mostra dois grandes círculos em suas extremidades: o esquerdo reúne o conta-giros e o termômetro do motor; o direito, o velocímetro e o indicador de combustível. No centro uma tela de TFT de 4,2”, agora colorida, exibe diversas informações sobre a condução, em projeção tridimensional.

As opções XEi, XRS e Altis ganharam o sistema multimídia Toyota Play com tela de LCD de 7” sensível ao toque.

Lista de itens de série

Corolla 1.8 GLi R$ 90.990

Desde a versão GLi, o sedã vem equipado com direção eletroassistida progressiva; ar-condicionado com controle manual; chave do tipo canivete com comandos do alarme integrados; computador de bordo com seis funções (consumo médio e instantâneo, indicador Eco Drive, autonomia, velocidade média, tempo percorrido, controle de iluminação do painel e da temperatura externa); coluna de direção com regulagem de altura e profundidade; hodômetro e relógio digital; sistema de som com conectividade USB, para iPod® e similares, e dispositivo Bluetooth®; vidros e retrovisores com acionamento elétrico; volante multifuncional; entre outros.

Corolla 2.0 XEi – 99.990

Já a opção XEi, acrescenta ar-condicionado digital; Smart Entry – sistema de destravamento das portas por sensores na chave; Push Start – sistema de partida sem chave (estes dois últimos são novidades para a versão); espelho retrovisor interno eletrocrômico; controle de velocidade de cruzeiro; rodas de liga leve aro 17”; antena shark fin; faróis de neblina dianteiros; acendimento automático dos faróis; painel de instrumentos com tela TFT colorida de 4,2”; sistema multimídia Toyota Play com tela LCD de 7” sensível ao toque e áudio compatível com DVD player, CD-R/RW, MP3, WMA e AAC e rádio AM/FM; sistema de navegação GPS; TV digital e câmera de ré; Bluetooth®; quatro alto-falantes e dois tweeters; entre outros.

Corolla 2.0 XRS – R$ 108.990

A versão “esportivada” XRS se diferencia da XEi pelo acabamento interno na cor preta; aerofólio traseiro com luz de freio em LED; saias esportivas laterais, frontal e traseira; ponteira do escapamento cromada; faróis dianteiros em LED; ajuste de altura do farol; e rodas diamantadas aro 17”, com acabamento em preto brilhante.

Corolla 2.0 Altis R$ 114.990

Já a topo de linha Altis, tem como destaques ar-condicionado dual zone (novidade); limpador do para-brisa com sensor de chuva; banco do motorista com regulagem elétrica de oito posições; espelhos retrovisores externos eletrorretráteis automáticos; e rodas diamantadas aro 17”, com acabamento na cor cinza.

Fotos | Toyota/Divulgação

(*) O jornalista viajou à convite da Toyota do Brasil.

  • Duilio

    Continua na ponta do pior custo benefício. Toyota hoje no brasil tem muita fama, mas entrega muito pouco.

    • Lucas Alves

      Realmente, a dona Toyota esqueceu de equipar o seu queridinho com teto solar, park assist, piloto automático adaptativo, por exemplo.

      • Verdades sobre o mercado

        Melhor não colocar muita tecnologia no Corolla pois os consumidores (3a idade) podem se atrapalhar.

  • CaioVictor681

    Por que insistem com esse relógio de Del rey no painel? Por que não incrementam isso no computador de bordo e na central multimídia, junto com uma data??? Até Fiat Uno tem isso…

    • Thiago

      Identidade do carro
      se nao me engano o chrysler 300 ai da mantem um relogio analógico

  • Ilbirs
  • francis

    Faltou o Teto Solar na pseudo versão esportiva e/ou na Altis, mas apesar do preço já chegar perto dos 100Marcelas, o Corolla vai manter a primeira posição, o único que pode chegar perto em vendas é o compatriota Civic…..

    • Thiago

      O civic tem concorrente interno pesado, muits do qie gostam da marca honda preferiram o hrv ao sedan

  • Thiago

    Para os consumidores do tempo que carro de luxo era del rey o corolla nunca fez feio
    mantem ate o reloginho para manter a identidade de carro de vovozinho

  • DougSampaNA

    e pensar que nos EUA este carro é carro de universitário , daqueles que o pai da pro filho quando entra na universidade.

  • EH Alcantara

    Os preços no Brasil estão cada vez mais imorais!