Fiat Toro Freedom 2.4 equipada com motor flex de maior potência tem bom desempenho e transmissão automática é de nove marchas. Toro é a segunda picape mais vendida no país

Por Paulo Eduardo

A Fiat Toro não se tornou fenômeno de vendas no segmento de picapes por acaso. Ela está atrás somente da irmã caçula Strada. Desde que picapes passaram a ser usadas no transporte de passageiros, principalmente as de cabine dupla, fabricantes se esmeram para conquistar os consumidores agregando itens de conforto e conveniência. Há algum tempo era comum a justificativa de que caminhonetes precisavam de carga na caçamba para ter rodar confortável. Isso porque a maioria ou quase todas tinham suspensão traseira com eixo rígido ou feixe de molas. A Toro usa multilink. A estrutura dessa picape média é monobloco, enquanto a maioria das picapes grandes são montadas sobre chassi.

Suspensão

O trunfo da Fiat Toro é a sofisticada suspensão traseira multilink que torna o rodar confortável com ótima estabilidade. Com caçamba carregada ou vazia, a Toro roda macio em todos os tipos de piso. Rodar confortável em piso liso é obrigação; difícil é manter o conforto em pisos ruins, esburacados e recheados de imperfeições. E a Toro é assim, rodar macio sobre piso ruim. A transferência das imperfeições é quase nula e praticamente imperceptível. E é muito estável. Transmite segurança nas curvas com pouca inclinação da carroceria. Motorista tem sensação de dirigir automóvel em vez de veículo de carga.

Espaço no assento traseiro é limitado em altura e ocupantes de estatura superior a 1,80 m resvalam a cabeça no teto. Outro detalhe: o assento traseiro é mais curto do que os dianteiros. Isso significa menos apoio para as pernas. Entrar banco traseiro exige abaixar um pouco a cabeça. É só. Segurança básica completa: cinto retrátil de três pontos e apoio de cabeça em todos os assentos de trás. Acabamento interno de qualidade com encaixes benfeitos e plásticos sem rebarbas, apesar de o material do painel central ser de plástico duro. Os comandos dos vidros traseiros no puxador da porta estão um pouco recuados. Deslize em ergonomia. O volante tem boa pega, a coluna de direção conta com regulagem de altura e distância, além de muitos comandos.

Andando

Dirigir essa picape é agradável com a leveza da direção elétrica em manobras e firmeza em velocidades mais altas. Retrovisores grandes para ver melhor o trânsito nas laterais. O motor 2.4 Multiair tem comando de válvulas variável e é todo de alumínio. O comando de válvulas é acionado por corrente em vez de correia dentada. O motor produz som estridente no kick down (quando se pressiona totalmente o acelerador) mesmo com todo o isolamento acústico no compartimento.

Desempenho da picape com motor 2.4 flex de quatro cilindros não chega a ser empolgante, mas garante retomada em espaço de tempo previsível e boas acelerações. O comando Sport – acionado por tecla no painel — troca as marchas em rotações mais elevadas para incrementar desempenho. E melhora bem. Entretanto, a caixa automática de nove marchas tem engates um pouco lentos, mas suaves. A passagem de uma marcha para outra demora um pouco tanto no modo automático quanto no manual por meio de aletas atrás do volante ou na alavanca.

Consumo

O consumo de motores maiores de quatro ou mais cilindros depende muito da pressão no acelerador. Se afundar o pé, bebe. Dentro dos limites previstos em lei, o computador registra médias consideráveis, entre 10 km/l e 11 km/l, na estrada com gasolina. Na cidade, no anda e para do trânsito, o consumo maior é inevitável. A 100 km/h em nona marcha o motor gira a apenas 1.500 rpm. Ao se pisar levemente no acelerador, o câmbio reduz duas e cai para a sétima marcha. Nove marchas parece jogada de marketing, mas em um motor grande diminui consumo em viagens longas.

A Toro tem bons ângulos de ataque, saída e de rampa, características imprescindíveis para rodar na terra sem esbarrar frente e traseira, nem raspar o fundo. Há toda a sopa de letrinhas, com controles de tração, estabilidade, stop&start (que desliga e religa o motor em paradas), airbags laterais e de cortina, entre muitos outros. Freios são eficientes. A Toro 2.4 tem preço sugerido de R$ 98.790, e com todos os opcionais, R$ 108.985. Em um veículo que custa cerca de 100 mil reais não pode faltar regulagem lombar. Importante para manter o conforto em percurso maior, apesar da boa anatomia dos bancos dianteiros. A Fiat tem tanta certeza que essa caminhonete é um carro que a chama pelo masculino no slogan “Brutalmente lindo” exibido na tevê. Mistura de gêneros.

Ficha técnica

Motor
De quatro cilindros linha, flex, 2.360 cm³ de cilindrada, com potências de  186 cv (etanol) a 6.250 rpm e 174cv (gasolina) a 6.250 rpm e torques máximos de 24,9 kgfm (etanol) a 4.000 rpm e 23,5 kgfm (gasolina) a 4.000 rpm

Transmissão
Tração dianteira e câmbio automático de nove marchas

Direção
Tipo pinhão e cremalheira, com assistência elétrica

Freios
Disco ventilado na dianteira e a tambor na traseira

Suspensão
Dianteira, McPherson, com subchassi e barra estabilizadora;  traseira, multilink com barra estabilizadora

Rodas/pneus
6,5×16”de aço (liga leve opcional) /215/60R16

Peso
1.704 kg

Carga útil (passageiros+ bagagem)
650 kg

Dimensões (metro)
Comprimento, 4,91; largura, 1,84; altura, 1,68; distância entre-eixos, 2,99

Desempenho
Velocidades máximas 200 km/h (etanol) e 197 km/h (gasolina); aceleração até 100 km/h, 9,9 (etanol) e 10,5 (gasolina)

Consumo (km/l)
Urbano, 5,9 (e) e 8,6 (g); estrada, 7,4 (e) e 10,8 (g)

Fotos | Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

  • ####Carlao GTS

    A muito tempo , toro 2.4 ,não é segredo pra ninguém….

  • ciaintima

    ótima e muito linda, resta a concorrência correr atrás.

  • Hater x Haters

    Ué, mas a Toro não seria um fracasso?

    • Cesar

      Assim como o Mobi

    • Flávio Marcel

      “Será um fracasso”, eles disseram. “Não vai vender nada”, eles disseram. “A Fiat não sabe fazer utilitário”, eles disseram. “A Fiat só sabe vender Strada 1,4 pé-de-boi”, eles disseram.. rs

  • Antonio De Julio

    650Kg com passageiros e carga na caçamba? É isso?

    • Raimundo A.

      Sim. As outras são 1ton ou pouco mais, carga com passageiros.

      • Cesar

        Isso nas flex. As diesel são 1 tonelada.

        • Raimundo A.

          Eu não citei versão. Disse que a carga, 1ton ou mais, é na prática carga propriamente dita mais passageiros.
          O Toro diesel suporte 1ton mas é a soma dos passageiros com o posto na caçamba. Outras picapes, mesma regra.
          Se não for assim, numa situação atípica, poderia ter 450 kg só de pessoas mais 1 ton de carga. Total de 1450kg.
          A massa das pessoas está inclusa na capacidade de carga. O volume da caçamba ou porta malas é outro parâmetro. 200l de água não tem a mesma massa de chumbo.

    • G.Alonso

      Resumindo, todas são assim.

    • Eduardo Gontijo

      a Toro 2.4 carrega 750KG

      • Antonio De Julio

        Caçamba ou caçamba + passageiros?

        • Eduardo Gontijo

          750kg de carga total, se tiver passageiros vai carregar na caçamba 750kg menos o peso dos passageiros

  • Pedro Mello

    Dirigi todas as versões da Toro, as 3 vão de boa (1.8) a excelentes (2.4 e 2.0 diesel). A 2.4 me parece a compra mais racional, apear de ser mais cara que a 1.8, o consumo equivale e entrega mais. Em relação a diesel são 18 mil temeres a menos. E chega a ter ofertas de desconto de 17% para produtor rural.

  • yurieu

    Compass e Toro, veículos que certamente estarão na história da indústria automobilística brasileira.

  • Eduardo Gontijo

    “Entretanto, a caixa automática de nove marchas tem engates um pouco lentos, mas suaves. ”

    Nao concordo com essa parte da reportagem, de manha com o cambio frio ocorrem pequenos trancos de 2 para terceira marchas e as vezes até de terceira para quarta e de quarta para quinta. Depois que o óleo do cambio esquenta os trancos somem.

    Algumas reduções costumam dar alguns trancos também.

    “o computador registra médias consideráveis, entre 10 km/l e 11 km/l”

    Concordo. Em um percurso de 600 KM, com 5 passageiros + bagagens, ar condicionado ligado e piloto automático variando entre 100 e 110km/L consegui 11KM/L (na gasolina).
    Na minha opinião, um numero excelente considerando que o motor estava empurrando entre 2200 e 2300KG…(outro detalhe é que nem amaciado o motor estava ainda).

    Com 2 passageiros + bagagens e motor amaciado quero ver se vou conseguir 13km/L.

    Em relação a resto do carro, nao tem muito o que dizer, o conforto e silencio do Motor 2.4 sao impressionantes.

    Por causa do entre-eixos maior da Toro, sinto uma sensação de conforto melhor inclusive que o Jeep Compass.

    A única coisa que é decepcionante na Toro é a central multimídia ridícula, só isso que falta melhorar. As caixas de som da Toro sao muito ruins também, piores que do Argo e do Renegade.

  • RPM

    O que me agrada nesse carro é a suspensão,não deve pular como a Hilux por ex…deve ter a dirigibilidade próxima a de um carro…

  • Gabriel Ferreira

    200 km/h de velocidade máxima? eita é muita velocidade pra uma picape, acho que seria melhor ter uma arrancada mais forte. velocidade final aqui no Brasil não é muito útil não. Aqui não tem nenhuma auto Bahn 😂😂😂😂

    • Zigfrietz Tazogh

      É boa de arrancada e retomadas também, no teste do site Carplace/Motor1, a picape Toro 2.4 AT9, foi mais rápida do que a picape S10 2.5 SIDI flex, que tem 206 cv e 27,6 kgfm de torque.

      Comparativo com 100% de etanol:
      ……………………..S10 2.5 flex AT6……….Hilux 2.7 flex AT6………Toro 2.4 flex AT9
      0 a 60 km/h……………..3,8 s……………………………..5,7 s………………………..4,9 s
      0 a 80 km/h……………..5,9 s……………………………..9,0 s………………………..7,7 s
      0 a 100 km/h…………..11,8 s…………………………….13,6 s……………………..11,1 s
      Retomadas em D:
      40 a 100 km/h…………..9,2 s…………………………….9,2 s………………………..8,3 s
      80 a 120 km/h…………..9,0 s……………………………10,7 s……………………….8,1 s
      Frenagem
      100 km/h a 0……………42,0 m…………………………43,9 m……………………..41,2 m
      80 km/h a 0……………..26,0 m…………………………27,6 m……………………..26,0 m
      60 km/h a 0……………..14,8 m…………………………15,3 m……………………..14,6 m
      Consumo:
      Ciclo urbano…………….5,3 km/l………………………..4,5 km/l…………………..4,9 km/l
      Ciclo rodoviário…………6,9 km/l………………………..6,3 km/l………………….8,0 km/l

      Todos os números foram obtidos no site Motor1 Brasil.

      Quanto aos 200 km/h de velocidade final, veja você mesmo:
      Toro 1.8 AT6 atinge 216 km/h.
      https://www.youtube.com/watch?v=FV9oZc4btvk
      Toro Volcano atinge 220 km/h.
      https://www.youtube.com/watch?v=0Yh7kTMEkuk
      Com certeza, a versão 2.4 Tigershark de 186 cv, deve atingir a velocidade maior.

      • E.V.

        Que isso meu! A Strada Adventure deve chegar a 250 km/h limitada eletronicamente…UhhUhhuuhhh!!!!!

      • Gabriel Ferreira

        Prefiro 0 a. 100 em 6 segundos e velocidade final de 180-190 do que 0 a 100 em 11 segundos e velocidade final de 200-220 km/h. velocidade final é uma coisa quase inútil, a maioria das pistas só permitem velocidades máximas de 110 km/h. Se você for andar fora da lei igual esses motoristas aí do vídeo, tudo bem, mas se não o top Speed é algo inútil.

        • Zigfrietz Tazogh

          0 a 100 km/h em 6 segundos, é façanha de Golf GTI.

          • Gabriel Ferreira

            Um motor 2.4 com turbo e injeção com uns 220 CV, que são bem modestos pra cilindrada. já daria um número bem perto desse, por exemplo; uma Traillblazer com 285 CV que pesa 2.100kg faz 0 a 100 em 7.6 segundos imagina uma toro que pesa 400 kg a menos e com um motor turbo que tem uma curva de torque e potência que já vem em baixa rotação. Lógico que a Fiat não vai fazer isso porque não é interessante pra ela.

          • Zigfrietz Tazogh

            Só que estamos falando de camionetes, para a proposta de uso o desempenho estar muito bom.

          • Gabriel Ferreira

            Não ta ruim, mas devia ser melhor são mais de 100k, o mínimo é ter um motor turbo que garanta um arrancada boa.

          • Gabriel Ferreira
          • Zigfrietz Tazogh

            0 a 100 em 6 segundos, mas esta camionete custa 350k no Brasil.

          • Gabriel Ferreira

            Cara a velocidade máxima dela é 180 km/h pra mim tá ótimo, me diz onde eu vou dar conta de andar a 220 com um nível mínimo de segurança? Cara ela já tem um motor bom, é colocar um turbo e injeção direta, cara são 100 K, com esse valor tu compra uma casa, por isso que temos carroças caras aqui no Brasil as pessoas aceitam pagar 50k num 1.0, paga 200k num Hilux etc…

  • Marcos Wild

    Se por no trabalho pesado, esse SUV de carroceria aberta se desmancha.

  • Brasil_MG

    A TORO é uma bela picape, mas quando olho para a traseira, fica a impressão de que falta alguma coisa… Parece que tem lata de mais e lanterna de menos.

  • Zigfrietz Tazogh

    [OFF]
    Renault Captur 1.6 CVT X-Tronic
    https://www.youtube.com/watch?v=-ClSM1JTosk

  • Zigfrietz Tazogh

    Comparativo com 100% de etanol:
    ……………………..S10 2.5 flex AT6……….Hilux 2.7 flex AT6………Toro 2.4 flex AT9
    0 a 60 km/h……………..3,8 s……………………………..5,7 s………………………..4,9 s
    0 a 80 km/h……………..5,9 s……………………………..9,0 s………………………..7,7 s
    0 a 100 km/h…………..11,8 s…………………………….13,6 s……………………..11,1 s
    Retomadas em D:
    40 a 100 km/h…………..9,2 s…………………………….9,2 s………………………..8,3 s
    80 a 120 km/h…………..9,0 s……………………………10,7 s……………………….8,1 s
    Frenagem
    100 km/h a 0……………42,0 m…………………………43,9 m……………………..41,2 m
    80 km/h a 0……………..26,0 m…………………………27,6 m……………………..26,0 m
    60 km/h a 0……………..14,8 m…………………………15,3 m……………………..14,6 m
    Consumo:
    Ciclo urbano…………….5,3 km/l………………………..4,5 km/l…………………..4,9 km/l
    Ciclo rodoviário…………6,9 km/l………………………..6,3 km/l………………….8,0 km/l

    Todos os números foram obtidos no site Motor1 Brasil.

    • Pedro Mello

      E é mais barata, mais bonita, cabe melhor nas vagas e balança muito menos.

    • Luciano Lopes

      Bebem mais q universitario na formatura !

  • danielgermano lopesmoreira

    Esta belezura me agrada tantooo!!!. Motor 2.4 e seus 174 cv de força .

  • E.V.

    Bela propaganda, so elogios…quem le uma materia como essa, acha que esse carro eh o melhor do mundo.

  • Luciano Lopes

    Toro nasceu pra ser diesel…Anda igual, gasta muito,muito menos, mais torque em retomadas , melhor valor de revenda e preco parecido. Se for produtor rural, os descontos a tornam mais barata que essa 2.4 flex.

    • Guilherme

      Desconto de produtor rural não vale só para diesel, pode ser para gasol tambem

  • Rogério Pires de Oliveira

    Um excelente carro e meu sonho de consumo.

    @Marlos só o texto que está abaixo do padrão que o Autos Segredos me deixou (mal) acostumado. Parece que foi escrito pelo tradutor simultâneo do Google tamanha quantidade de frases curtas cortando a fluidez do texto.

  • Zigfrietz Tazogh

    [OFF]
    Fiat Argo Drive 1.3, por Emilio Camanzi
    https://www.youtube.com/watch?v=bMXHpG4qKQE

  • Marcus Vinicius

    Caçula só se for no tamanho porque a Strada é um projeto bem mais antigo do que a recente Toro !

  • Luke

    Na verdade, das 9 marchas, o câmbio utiliza realmente apenas 7 a maior parte do tempo. A 1ª funciona apenas como reduzida pois o carro arranca em 2ª. A 9ª marcha só entra em situações muito específicas: velocidade constante, pé bem leve e estrada totalmente plana ou mesmo em leve declive. Assim, o câmbio de 9 marchas é, na prática, um de 7.